MOÇÃO

Cabeçalho

 

O Coletivo Catarinense Memória, Verdade, Justiça manifesta seu repudio as ameaças de morte, realizadas por grupos que se escondem covardemente no anonimato, à autoridades, operadores de Justiça e defensores dos Direitos Humanos do Uruguai, França, Itália e do Brasil, entre eles o nosso companheiro de lutas Jair Krischke.
Assinamos a nota de repudio, em conjunto com outras entidades que lutam em defesa dos direitos humanos.
Importante requerer ao Ministério da Justiça que inclua Jair Krischke, e outras pessoas que estão sob ameaça de morte, no Programa de Proteção à Vítimas e Testemunhas Ameaçadas.

Florianópolis, 22 de março de 2017.

Anúncios